CERCO DE JERICÓ 2018

Na segunda-feira (23), demos início ao Cerco de Jericó, que acontecerá até o domingo (29). O tema deste ano é "Sede Santos como eu Sou Santo", tendo como base a Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate (Alegrai-vos e exultai) do Papa Francisco, que dá indicações sobre como viver a santidade em um mundo que apresenta tantos desafios à fé.


Serão 7 dias incessantes de oração. louvor, Santa Missa, procissão com o Santíssimo Sacramento, adoração durante todo o dia e madrugada, com o objetivo de derrubar as muralhas pela força da oração. 

Teremos a cada dia a presença de um sacerdote, entre eles: Pe. Aguinaldo, Pe. Carlos Magno, Pe. Guilherme, Pe. Janderson, Pe. Jovane, Pe. Rafael e nosso Administrador Paroquial, Pe. Brandão. Além disso, atendimentos com o sacerdote e com o Grupo de Oração, diariamente. 


A origem da prática do cerco de Jericó está no Antigo Testamento. Depois da morte de Moisés, Deus escolheu Josué para conduzir o povo hebreu. Deus disse a Josué que atravessasse o Jordão com todo o povo e tomasse posse da Terra Prometida. A cidade de Jericó era uma fortaleza inexpugnável. Ao chegar junto às muralhas de Jericó, Josué ergueu os olhos e viu um Anjo, com uma espada na mão, que lhe deu ordens concretas e detalhadas. Josué e todo Israel executaram fielmente as ordens recebidas: durante seis dias, os valentes guerreiros de Israel deram uma volta em torno da cidade. No sétimo dia, deram sete voltas. Durante a sétima volta, ao som da trombeta, todo o povo levantou um grande clamor e, pelo poder de Deus, as muralhas de Jericó caíram… (cf. Js 6).

  [full-post]