SEMANA SANTA - DOMINGO DE RAMOS

Na Missa do último domingo (25), celebramos o Domingo de Ramos, dando início a Semana Santa. Revivemos a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém montado em um jumentinho, sinal claro da simplicidade e humildade de Jesus. Neste momento, Jesus foi aclamado como “Aquele que vem em nome do Senhor”.


Jesus contenta-se com um pobre animal por trono (...). Há centenas de animais mais belos, mais hábeis e mais cruéis. Mas Cristo escolheu esse para se apresentar como rei diante do povo que o aclamava. Porque Jesus não sabe o que fazer com a astúcia calculista, com a crueldade dos corações frios, com a formosura vistosa, mas oca. Nosso Senhor ama a alegria de um coração jovem, o passo simples, a voz sem falsete, os olhos limpos, o ouvido atento à sua palavra de carinho. É assim que reina na alma. São Josemaría Escrivá

Procissão Capela Santa Catarina no Vale das Videiras
Procissão Capela Santa Catarina no Vale das Videiras


De acordo com o Evangelho do dia, sobre a narração da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, Pe. Brandão em sua homilia, fez um convite ao silêncio e a meditação para que cada um escolhesse um papel para viver nesta Semana Santa. Evidenciou aquelas pessoas que foram fieis até o fim com Jesus e se fizeram pequenas e aos outros que o aclamaram quando entrou em Jerusalém, mas na hora de sua morte gritaram: "Crucifica-o".
Que esta seja uma Semana de silêncio e oração e que o Senhor nos ajude a seguir os bons exemplos do Evangelho, como Maria, Simão Cirineu, Verônica, João e alguns outros que amaram Jesus e não o abandonaram no momento de dor, sofrimento e morte. Sobre isso nos fala São Josemaría Escrivá: "Para acompanhar Cristo na sua glória, no fim da Semana Santa, é necessário que penetremos antes no seu holocausto".


Santa Missa no Vale das Videiras

 Procissão no Vale das Videiras

Bênção dos Ramos no colégio Anglicano

Santa Missa na Matriz

Santa Missa na Matriz

[full-post]